A Sentença do Diabo #livro02

Sou um espírito como qualquer outro, através dos meus atos passados colhi os frutos dessa história.

Sr. Exu Veludo das Almas

 

O livro de hoje é do escritor, poeta, filósofo e médium umbandista João Paulo Francisco. A Sentença do Diabo é a mais recente obra do escritor que a pedido do Sr. Exu Veludo das Almas convida à todos a “mergulhar nessa história e refletir sobre o que quer da vida para terminar sua missão satisfeito com suas escolhas.”

Vamos para mais uma Resenha do Blog Umbanda EAD? Hoje tá especial, tem até entrevista exclusiva com o autor!


Como o texto mesmo narra, o romance datam acontecimentos ocorridos há “épocas muito distantes” em regiões europeias onde o alto clero era a lei máxima e vigorava em todas as instâncias.

Todos obedeciam as ordens do Rei, que por sua vez, cumpria o que a Igreja decidia como certo ou julgava heresia. E para que essas ordens fossem obedecidas, existia um quadro de pessoas que eram os “aplicadores da lei” dentre eles, destacamos um cobrador de impostos que depois de muito servir a corte pediu licença para integrar o grupo de inquisidores da “Igreja de Cristo”.

Nesse momento a história narra a aparição de uma forte doença, algo parecido com uma peste que assolou toda a população da região e passou a matar centenas de pessoas.

Junto disso espalhava-se a notícia de que feiticeiros e feiticeiras surgiam em toda Europa.

O medo do desconhecido nos causa estranheza e um senso de proteção inimaginável, assim nascia a vontade de lutar contra tudo que poderia prejudicar todos os filhos de Deus, minha família, minha amada e os ensinamentos de Cristo.

A Sentença do Diabo, João Paulo Francisco

O Blog conversou com o autor do romance e descobriu como aconteceu a inspiração para elaboração da obra.

Eu realmente não esperava. As mensagens trazidas pelos Exus e Pombagiras é algo muito comovente, as pessoas se interessam bastante. Sempre pensei nessa responsabilidade, se um dia tivesse que escrever algo do tipo.

João Paulo conta que durante uma gira o Sr. Exu Veludo das Almas chamou sua namorada e a comunicou que ele iria escrever um livro junto dele e que já poderia começar a se preparar, pois antes disso ele iria aprender algumas coisas… “realmente depois dessa gira em específico eu passei por diversas situações, aonde a questão de julgar o próximo, minhas próprias ações, culpa.. tudo isso ficasse muito evidente na minha vida, nos meus sentimentos, no meu dia-a-dia.”

O autor conta que depois de um bom tempo Exu Veludo revelou à ele um nome “A Sentença do Diabo” que de início não foi compreendido, mas que depois o próprio Veludo esclareceu que seria o nome do livro que escreveriam juntos.

Fiquei lisonjeado pelo tema e ansioso para saber o que seria isso, mas esperei o tempo que ele fosse falar quando começar e como seria.

Sobre o processo de composição da obra, João Paulo conta que aconteceu depois de um sonho e que nele foi nítido a cena que se passava a história do livro “eu lembro que desse sonho que foi muito real pra mim, eu estava há muitos anos atrás com pessoas vestindo fino, rodeado de senhores dotados de muita inteligência e postura e tinha muita gente nas cidades, tinha umas coisas bonitas de madeira. E um pouco a frente, no centro, era como se nós estivéssemos em uma praça.. tinha algo suspenso, como se fosse uma madeira.

Ele continua relatando como aconteceu o trecho abaixo que abre a trama do livro.

Não! – foi o que escapou dos meus lábios com tanta força que não pude evitar. Quando um dos conselheiros da corte se virou e viu que tinha partido de mim, “advogado, “inquisidor”e “carrasco” da corte, todos que estavam presente se viraram contra mim.

A Sentença do Diabo, João Paulo Francisco por Sr. Exu Veludo das Almas

O trecho do livro narra o momento em que uma pessoa é condenada a fogueira por crime de heresia e prática de curandeirismo. “Era como se eu estivesse dentro daquela situação e uma pessoa pegou e disse “ele merece a morte e ele vai para a fogueira”. É como se a pessoa que estivesse ao meu lado dissesse NÃO! E todo mundo olha pra trás e diz “você, não concorda com a corte, você está indo contra?”. Essa pessoa do meu lado tentou argumentar e também foi condenada naquele exato momento a fogueira” descreve o autor.

João Paulo relata que nesse momento, mesmo que a sua “visão” estivesse longe do palco da cena ele conseguia sentir o calor que vinha das chamas da fogueira inquisitória. “Eu acordei, não diria assustado, mas muito impressionado com aquela cena. Quando Exu Veludo foi dar as instruções do livro ele revelou que falaria de uma experiência que ele teve e que seria para trazer uma grande reflexão sobre o que é certo e o que é errado e a forma como as pessoas julgam sobre qualquer que seja o assunto, se é religioso ou profissional.

Bom e é essa mensagem que “A Sentença do Diabo” tem para passar com a trama, trazer uma reflexão sobre os atos que automatizamos no dia-a-dia e que refletem por toda nossa existência.

Quando Sr. Exu Veludo das Almas diz durante a leitura que em certas circunstâncias um erro é fatal, ele não quer com isso pesar a mão para um autoflagelo, mas sim nos dizer que a consciência e a reflexão sobre nossos atos é a chave para uma vida plena e feliz.

Onde estão as fogueiras do mundo moderno? Pode ser que elas não existam fisicamente, mas estão alojadas em nossos sentimentos, palavras, intenções e ações consigo e para com o outro.

De leitura rápida e diagramação impecável – produzida pelo próprio autor –  “A Sentença do Diabo” é a indicação de leitura da Resenha Blog Umbanda EAD de hoje! 🙂

Me senti muito lisonjeado, por um espírito guardião com toda a sua luz mostrar de fato uma vivência. É claro que muitos mistérios estão guardados e não serão revelados, mas achei um presente para todos nós encarnados, ele contar uma história tão forte como é a da Sentença do Diabo. “Em certas circunstâncias um erro e fatal.” Ele nos brinda com essa grande reflexão!

João Paulo Francisco em entrevista com Blog Umbanda EAD

O livro A Sentença do Diabo está disponível para compra pelo site terramystica.com.br

Saiba mais sobre o trabalho do autor por meio do endereço www.joaopaulofrancisco.com.br

Texto: Júlia Pereira

Imagem: João Paulo Francisco 

 

BLOG_LOGO_00000

Cursos com inscrições abertas pelo
http://www.umbandaead.com.br
e-mail:
contato@umbandaead.com.br
blog@umbandaead.com.br
Tel (14) 3010-7777
obs: os links desse texto estão sujeitos a alteração em razão da disponibilidade do curso e/ou produto
Pedimos para que os irmãos que desejem compartillhar os textos desse blog creditem a fonte lincando para o nosso endereço

Um comentário em “A Sentença do Diabo #livro02

  1. Parabéns pelo privilégio de ter sido presenteado com essa permissão do tão magnífico guardião Sr. Exu Veludo das Almas. As palavras da entrevista acima me causaram arrepio. O livro deve realmente conter muitos ensinamentos para nós, seres humanos, que por conta de preconceitos, desalinhos, orgulho, falta de amor ao próximo e tantos outros sentimentos pouco nobres, muitas das vezes somos capazes de praticar atos cujas consequencias nos custarão pesados acertos de contas.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s