Na dúvida entre ervas frescas e secas? #bebadafonte

Uma dúvida que paira os umbandistas no momento de desenvolver o trabalho com ervas é sobre a qual a melhor forma de usa-la: seca ou fresca.

De início já esclareceremos que tanto as ervas secas como as frescas, possuem o mesmo valor dentro do trabalho, o que as diferem são as especificidades que irão ser manuseadas de acordo com qual trabalho você pretende realizar. Por exemplo, na defumação usamos sempre as ervas secas, pois as ervas frescas vão carregar muita água em sua composição e não é interessante colocar água sob o fogo (a brasa do turíbulo), sendo assim, a melhor erva a se usar é a seca. 

Outro exemplo simples e comum, é quando a entidade especifica a forma que a erva deve estar para a realização do ritual, ex: um chá de boldo com ervas frescas. Se essa indicação veio do médium de uma casa que você confia, já mantém uma vivência e pra você está tudo dentro do normal, então nesse caso você pode seguir o que foi descrito, porém, se restar alguma dúvida sobre isso é melhor procurar mais informações e agir sempre com bom senso.

“O Erveiro me ensinou que enquanto colhemos a erva temos que reza-la”

Sim irmão, se alguém passou esse conhecimento pra você, está correto. Por isso no caso das ervas secas, que não sabemos quem as colheu e nem como estava sua energia ou seu humor nesse momento, teremos que acorda-la.

Acordar uma erva seca requer fé. É necessário acreditar que o elemento está vivo, ativo, vibrante e naquele momento está apenas em estado de dormência.

Adriano Camargo, O Erveiro da Jurema

Como sabemos as ervas secas passam por um processo de transformação e nesse processo é retirado o seu elemento aquático. O fato dela passar por esse processo já faz dela uma erva transformadora e que possui em si o aspecto de transformar extremamente evidente.

Sua energia é muito concentrada e requer a quem for utiliza-la, muita fé para “despertar” na planta suas propriedades. Entendemos então que quando rezamos para erva e para a sua ativação, aumentamos e acionamos nela o seu poder curador, pois mesmo uma erva seca possui em si o espírito vegetal que continua animando-a.

E as ervas frescas? como devo usar?

Nesse caso vale a máxima ao qual estamos acostumados no terreiro, fé, bom senso e amor, sempre. O ritual começa quando você vai apanhar a planta da terra, nesse momento você já deve estar com mente e coração tranquilos, para que as energias emanadas sejam sempre as melhores possíveis. A fé e o magnetismo que você deposita no momento de colher esses elementos vão influenciar fortemente no resultado do trabalho, por isso nunca realize esse processo com pressa ou “com a cabeça em outro lugar”.

 REZA PARA ACORDAR A ERVA

Amado Pai Criador de tudo e de todos nós, Amada Mãe Terra, força viva e geradora de tudo o que conhecemos e também do que desconhecemos. Sagradas forças vegetais, peço que tornem novamente essa erva força viva e ativa, capaz de responder aos meus estímulos e solicitações de cura e amparo energético e façam cada vez mais de mim, instrumento de vossa vontade maior. Assim seja e assim será.

 


 

* Esse texto foi escrito com base no estudo em Rituais com Ervas da plataforma Umbanda EAD. Na sexta (23) inicia uma nova turma em Ervas na Umbanda e para marcar o fim desse estudo na plataforma, a Umbanda EAD presenteia a todos os ingressos com a extensão do conteúdo Rituais com Ervas.

CLIQUE AQUI e saiba como participar.

 

 

Texto: Júlia Pereira 

Imagem: Pedro Belluomini

Fontes de pesquisa: Rituais com Ervas – banhos, defumações e benzimentos, Ed. Livre Expressão, Adriano Camargo.

 

BLOG_LOGO_00000

Cursos com inscrições abertas pelo
http://www.umbandaead.com.br
e-mail:
contato@umbandaead.com.br
blog@umbandaead.com.br
Tel (14) 3010-7777
obs: os links desse texto estão sujeitos a alteração em razão da disponibilidade do curso e/ou produto
Pedimos para que os irmãos que desejem compartillhar os textos desse blog creditem a fonte lincando para o nosso endereço

Um comentário em “Na dúvida entre ervas frescas e secas? #bebadafonte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s