Oferendas são deixadas no gramado do Congresso Nacional

Na véspera do dia em que comemora-se a liberdade dos cultos, (07 de Janeiro) foi encontrado em frente ao Congresso Nacional duas manifestações de práticas religiosas, notoriamente pertencentes a cultura umbandista.

Dois alguidares, champanhe, marafo, rosas e charutos eram alguns dos elementos que compunham a oferenda deixada no gramado do Palácio Nereu Ramos nesta manhã. A notícia que circula dentre os maiores meios comunicação, intriga sobre o seu significado, intenção e autoria.

Em entrevista com o site G1 o Presidente da Federação de Umbanda e Candomblé de Brasília e Entorno, Rafael Moreira explicou um pouco sobre como a oferta pode ser interpretada “Quando se tem a pimenta geralmente não seria por uma boa causa (agradecimento). Poderia ser um pedido de ajuda, de transparência, pedindo mobilidade para que o Congresso, juntamente com a sociedade civil, pudesse ter mais identificação com a sociedade. Também tem sentido de abrir os caminhos dos parlamentares que estão lá dentro”.

Na entrevista ele também apontou para quais entidades o trabalho teria sido destinado: Exu e Pomba Gira. Ver: Oferendas são colocadas em frente ao Congresso Nacional em Brasília. Os objetos e alimentos foram retirados do local, porém,  a mensagem de apelo da sociedade em relação a situação da política atual permanece.

Texto: Júlia Pereira

Imagem: Wikipédia


Acesse o site do Umbanda EAD e conheça nossos cursos www.umbandaead.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s