Qual o significado dos colares (guias) umbandistas?

Há muito tempo.. 

O uso de adereços como colares, talismãs e pulseiras é tão antigo que não é possível ter uma data certa de quando essa prática se iniciou. Mas, o que pode-se constatar é que eles sempre tiveram um significado muito amplo por entre as culturas.

Para algumas tribos esses adornos protegiam de ataques de animais, de influências negativas vindas de outros mundos e das maldades de inimigos e tribos rivais.

Dentes, unhas, maços de cabelos…

Os primeiros colares não eram confeccionados com miçangas coloridas e polidas como as guias de hoje, e alguns elementos eram bem diferentes. Crinas e unhas de animais, cabelos humanos, pedaços de ossos eram alguns dos componentes das vovós da guia. Ainda hoje, algumas guias são confeccionadas com dentes de animais, porém os maços de cabelo humano, estão dispensados!

Representação atual

O uso da guias, – principalmente pra quem usa muitas delas –  chama atenção, e pra quem nunca viu ou não sabe do que se trata pode causar um certo estranhamento. No livro Formulário de Consagrações Umbandistas, o sacerdote Rubens Saraceni destaca que não há nada de excepcional, incomum ou fetichista no fato de médiuns umbandistas usarem as guias para proteção espiritual, e  reforça seu posicionamento dizendo “portanto irmãos (ãs) umbandistas, não se sintam constrangidos (as) por usarem em público colares ou “guias”, pois não é em nada diferente do que todo mundo faz”.

No livro ele também descreve a relação que reis, rainhas, imperadores dentre outras figuras tinham com esses adereços, citando até o uso dos rosários pelos padres que trabalham com esse elemento também como forma de proteção.

Portanto, o conceito acaba tendo um ponto em comum, o que pretendem tanto as tribos, como as religiões e hoje mais precisamente o umbandista ao usar as guias e tantos outros elementos, é se proteger contra influências externas.

Mas, dentro disso as fundamentações se diferem e sendo assim, cada uma vai sugerir um sentido. “A Umbanda tem fundamento é preciso preparar” nunca essa frase fez tanto sentido como quando falamos sobre rituais consagratórios umbandistas.  A Umbanda tem os seus próprios ritos consagratórios que trabalham dentro dessa egrégora, e que dispensa ritos de outras crenças.

Poder Magístico

As guias são imbuídas de fundamentos mágicos. Como dito, a Umbanda possui os seus próprios fundamentos, mas esse assunto ainda é alvo de confusão pelos fiéis. Algumas pessoas se apegam a fundamentos do Candomblé ou de outras religiões de matriz africana e deixam de lado o estudo magístico genuinamente umbandista.

E em meio a esses, ainda existem os que usam lindos colares, das mais variadas cores e formas, mas quando perguntado pelo significado deles, a resposta é vaga ou realmente não existe.

Rubens Saraceni fala sobre isso também no livro Formulário de Consagrações Umbandistas. “Está na hora, pois ela chegou, dos umbandistas, sentirem mais orgulho, de ter mais confiança em suas práticas mágico-religiosas e de olharem com indiferença ou como estranhas as práticas mágico-religiosas alheias, que tanto não lhes pertencem como lhes são dispensáveis mesmo.”

Por isso é necessário sempre estudar.

Como elas são?

As guias são feitas normalmente com miçangas, louça, cristal, contas de rosário, sementes como as popularmente chamadas olho de boi e olho de cabra, búzios, pingentes de aço, coquinho e etc. Algumas pessoas usam o nylon e outras o cordonê para transpassar os adereços, e essa escolhe será defina pela própria pessoa ou pela orientação do guia e/ou sacerdote.

Ver tambémQual o significado da roupa dos médiuns?

Qual o objetivo?

Como condensadores de energia dos guias da lei. Mas o que isso significa? Significa que elas absorvem os acúmulos negativos dos campos eletromagnéticos, protegendo os médiuns contra influências ruins durante o trabalho, ou seja, a guia assimila essas cargas e não deixa que elas atinjam o médium incorporado. Ela também pode ser usada no dia-a-dia como um pára-raio de energias pesadas, energias das quais ninguém está imune do contato diariamente (a não ser que você esteja em um retiro no alto de uma montanha, mas se isso fosse verdade você nem estaria lendo esse artigo).

Confecção

Na Umbanda as guias são confeccionadas após o pedido de alguma entidade ou até mesmo o sacerdote que irá dar a orientação correta sobre suas características e qual finalidade – contra quais influências – ela precisa trabalhar. Pode acontecer também da pessoa intuir ou sentir a necessidade de montar uma guia, então ela pode levar isso a espiritualidade buscando sempre a orientação correta.

Cuidados

As guias precisam ser descarregadas, que nada mais é do que purificá-la das energias negativas acumuladas durante os trabalhos. A periodicidade desse rito será a entidade que irá definir e quando isso acontecer o médium precisa realizar os procedimentos de limpeza da guia.

No livro Manual Doutrinário, Ritualístico e Comportamental Umbandista, Pai Rubens Saraceni dá algumas orientações de uso desse elemento:

  • devem ser cuidadas com respeito e carinho
  • passar por defumação no início do trabalho
  • deve ser usada por médiuns mais experientes, bem preparados ou quando pedidas pelas entidades

Velas, Guias, Congá, Mediunidade, Magia.. enfim, tudo o que você se depara ao participar de uma gira de Umbanda (e fora dela também) é explicado no NOVO curso Umbanda para Iniciantes. Acesse o link >>  umbandaead.com.br/umbandaparainiciantes << assista uma aula e dê o primeiro passo para o conhecimento da religião.

Texto: Júlia Pereira

Fonte de Pesquisa: Formulário de Consagrações Umbandistas

Curso Umbanda para Iniciantes plataforma Umbanda EAD

Imagem: Arquivo Umbanda EAD

BLOG_LOGO_00000

Cursos com inscrições abertas pelo
http://www.umbandaead.com.br
e-mail:
contato@umbandaead.com.br
blog@umbandaead.com.br
Tel (14) 3010-7777
obs: os links desse texto estão sujeitos a alteração em razão da disponibilidade do curso e/ou produto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s