Dos tambores da macumba ao samba
11 de janeiro de 2016
No meio da passeata havia um intolerante..
13 de janeiro de 2016
Exibir tudo

Você também é médium!

você é médium

Você é médium

Para afirmar isso, antes precisamos entender que para nós, existe o plano material e o espiritual. Mesmo que a visualização (mais conhecida como clarividência) do plano espiritual, seja um fato pouco comum – quase uma exceção. O contato com essa dimensão pode ser entendido de outras formas.

Nem todo mundo, enxerga, psicografa, incorpora, escuta.. espíritos. Esses processos mediúnicos são alguns dos meios (mais perceptíveis), que o plano espiritual tem de se comunicar e trabalhar junto do plano material.

A mediunidade por si só, é a nossa capacidade de se comunicar com outras realidades. Toda interação, por mais simples que seja, carrega consigo uma parcela de mediunidade.

Algo, que também é natural ao ser humano. Neste momento você pode ter se perguntado como isso acontece.

Por isso, vejamos então alguns exemplos simples e triviais.

Veja também: 13 tipos de Mediunidades presentes na Umbanda

Sonho

Neste caso a pessoa pode ter, durante o sono, a percepção sobre algo recorrente a sua vida ou até mesmo comunicar-se com o plano espiritual. Uma das características dessa mediunidade mais branda é a capacidade de ouvir ou ver e interpretar as mensagens de espíritos, que ocorreram através do sonho.

Intuição

Quando a pessoa tem a sensibilidade de perceber algo diferente ou algum aspecto que a estimula a tomar certa decisão. Inconscientemente o indivíduo chega a uma conclusão, de que algo irá acontecer. Com base nisso reconhece certos cuidados ou muda algo em seus planos.

Sentir

Se a mediunidade é a capacidade que o ser humano tem de sentir, ver e/ou interagir com algo de outra dimensão. Tudo o que está relacionado a sua percepção do meio, permeia a mediunidade e sofre de influências do astral.

Por exemplo, algumas pessoas tem uma sensibilidade maior para perceber energias negativas que se instauram num local.

Isso é notado, quando uma pessoa consegue sentir que a presença de alguém está trazendo cargas pesadas para um determinado ambiente. Essa sensibilidade em perceber energias, sejam elas positivas ou negativas se classifica como um fenômeno mediúnico.

Recapitulando, nem todos são imbuídos de mediunidade aguçada, como a incorporação; uma das mais usuais dentro da Umbanda. No entanto, mesmo sem estar na condição de médium incorporante, podem conviver com a mediunidade mais branda. Cada qual em sua proporção e resguardados de acordo com o que o astral permitiu a este experienciar.

Você já teve algumas dessas sensações? Já sentiu que algo de errado poderia acontecer? Ou intuiu que sua vida poderia se tornar melhor de acordo com uma decisão que precisava tomar?

Em potência, todos somos médiuns. É preciso se perceber.

 

Assinatura mensal de estudos sobre Umbanda. Ingresse e cancele quando desejar

CLIQUE AQUI

Texto:

Júlia Pereira

Imagem:

Pixabay

 

Estudos com inscrições abertas pelo
umbandaead.com.br
e-mail:
[email protected]
[email protected]
Tel (14) 3010-7777
obs: os links desse texto estão sujeitos a alteração em razão da disponibilidade do estudo e/ou produto
Pedimos para que os irmãos que desejem compartillhar os textos desse blog creditem a fonte lincando para o nosso endereço.
Informação da fonte!

2 Comentários

  1. Débora Cantanhede disse:

    Eu sou Umbandista, e já tive e tenho todas essas sensações, principalmente os sonhos, além de tudo sou sensitiva, e tenho algumas incorporações, isso quer dizer algo a mais? Ou como disseram, “Cada qual em sua proporção e resguardados de acordo com o que o astral permitiu a este experienciar.”??
    Ontem mesmo, estava falando com um Preto Velho, e este me fez a seguinte pergunta, logo após contar outro sonho, “Você vê?”, e eu disse que não, e ele me volta com uma resposta bem mais intrigante “Ainda não vê fia, mas não posso lhe revelar de tudo que sei, até que tudo se desembaralhe em sua cachola”.
    Aguardo retorno,
    Axé

    • Umbanda EAD disse:

      Irmã, as sensações catalogadas nesse texto é para elucidar que todo mundo tem mediunidade, sendo em uns mais aflorada e em outros menos. Isso não quer dizer nada. Só é uma característica humana, tal como qualquer outro sentido que você tem. Existem pessoas que ouvem melhor, outras tem o paladar mais aguçado. Como também tem pessoas que desenvolvem essas capacidades a fim de refina-las. A mediunidade seria nosso sexto sentido. Leia mais sobre isso aqui > https://umbandaead.blog.br/2017/08/25/tenho-medo-de-incorporar/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.