Botucatu: Associação de Umbanda é invadida por vândalos; imagens tiveram cabeças arrancadas

A Associação Espírita União da Umbanda, localizada na Rua Curuzu, no centro de Botucatu, foi alvo de invasão e depredação.

De acordo com informações do dirigente espiritual Matheus Francisco Pereira, nesta segunda-feira (26), um dos membros da associação foi ao templo fazer a limpeza e encontrou o local bastante danificado, com imagens quebradas, muitas delas com as cabeças arrancadas, como a de Iemanjá, por exemplo, outras destruídas no rosto, como São Jorge .

No total, mais de 15 imagens foram prejudicadas, além de uma faca e duas adagas terem sido furtadas. Alguns colares, chamados como Fios de Conta, também foram destruídos. “Os vizinhos disseram que ouviram barulho na noite de domingo, então acreditamos que foi quando invadiram o templo. É uma pena tudo isso que ocorreu, calculamos um prejuízo de R$ 7 mil”, lamentou Matheus.

A equipe do Leia Notícias foi acionada por um dos membros da Associação e encontrou ainda o local como foi deixado pelos vândalos. Alguns dos membros também foram ver como estava o tempo e muitos deles choravam ao encontrar as imagens quebradas e o prédio bastante bagunçado.

O dirigente espiritual acredita que a invasão tenha ocorrido pela rua da lateral do templo, a Rua Adolpho Lutz. No muro é possível ver marcas de tênis. “Algumas casas da vizinhança contam com sistemas de câmeras de segurança. As imagens já foram solicitadas e serão encaminhadas ao delegado. Fizemos um Boletim de Ocorrência e esperamos que o culpado ou os culpados sejam punidos”, completou.

Essa é a primeira invasão que a Associação Espírita União da Umbanda sofre, mas já foi alvo de outros ataques. “Durante os cultos, as terças e sextas-feiras, já fomos apedrejados algumas vezes, mas quando saíamos não encontrávamos os autores. Acredito que essas pedras e a invasão de hoje sejam ações, infelizmente, de fanáticos religiosos. Pessoas que tem preconceito, mesmo sem conhecer e sem saber o que é a Umbanda, e principalmente sem saber o trabalho social que nossa associação realiza. Ajudamos o asilo de Botucatu, temos projetos sociais, damos aulas de história e teologia, ajudamos famílias carentes e não pedimos nada em troca de quem vem nos procurar. A Associação é mantida pelos nossos 50 membros e contamos com toda documentação na Prefeitura e com alvará, tudo que é necessário”, apontou Matheus Pereira.

Outra ação dos bandidos, que chamou a atenção dos membros da Associação, é que o livro de registro dos cultos teve as páginas com os nomes dos frequentadores furtadas. “Achamos curioso, as páginas com os nomes foram retiradas do nosso livro e levadas. Esse foi um ato claro de tentativa de intimidação, mas não vão conseguir.  Agora vamos nos precaver, melhorar nossa segurança e instalar nossas próprias câmeras, mas isso não vai fazer com que deixemos nosso templo. A cada dia de culto recebemos cerca de 100 pessoas. São 200 por semana, quase mil por mês e estamos crescendo. Não será  isso que irá nos intimidar, mas queremos justiça”, afirmou o dirigente espiritual.

Fonte: Leia Notícias 

3 comentários

  1. Embora seja lamentável atos como esses, é preciso agir! Além de reforçar a segurança do local é preciso cobrar das autoridades competentes ações eficazes para o combate dessas atrocidades, desrespeito, fanatismo e total ignorância.Que a Associação não se calem!

    Curtir

  2. Isso é uma falta de respeito, todo mundo tem livre arbítrio para seguir a religião que quiser, infelizmente existem pessoas insanas que cometem esses absurdos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s