USO DAS ERVAS NAS TRADIÇÕES PRESENTES EM SOLO BRASILEIRO
13 de outubro de 2015
Gisele Cossard, a Mãe de Santo francesa
19 de outubro de 2015
Exibir tudo

Professor, privilégio da sociedade

Neste 15 de Outubro lembre-se de todos os professores que já contribuíram para sua formação e que de alguma forma ajudaram a construir parte do cidadão que você é hoje!


Em várias lugares do mundo o dia do professor é comemorado, hoje 15 de Outubro as celebrações felicitam os professores brasileiros. Em 1963, o decreto 52.682 estabeleceu feriado escolar ao dia do educador, na publicação o seguinte trecho:

Art. 3º Para comemorar condignamente o dia do professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo delas participar os alunos e as famílias.

A importância do professor na sociedade apesar de pouco reconhecida, é notavelmente necessária. Todos nós já passamos pelos ensinamentos desse mestres, seja para aprender a escrever, se comunicar, efetuar cálculos ou mesmo para entendermos sobre ética e cidadania. O papel do professor transcende os livros e currículos escolares, eles trazem para cada um pouco de sua vivência, bagagem e sabedoria de vida.

O educador acompanha o ser humano desde seus primeiros rabiscos de escrita até a graduação e pós graduação. Hoje o Umbanda EAD presta suas homenagens aos professores de todas as esferas, lugares, etnias, raça e conhecimento. Felicitamos também em especial aos nossos, tutores, professores, mestres, antropólogos, filósofos, ogãs, especialistas e colaboradores da plataforma.

Sem o empenho, o desenvolvimento, a dedicação de cada um destes o ensino de nossa religião não ia se seguir. Salve a todos os professores, que junto deles possamos aprender, debater e construir um novo cenário para nossa religião, disseminando ideais, posturas e tradição.

O aprendizado do ensinante ao ensinar se verifica à medida em que o ensinante, humilde, aberto, se ache permanentemente disponível a repensar o pensado, rever-se em suas posições; em que procura envolver-se com a curiosidade dos alunos e dos diferentes caminhos e veredas, que ela os faz percorrer.”  Paulo Freire

Texto: Júlia Pereira 

Imagem: Ministério da Educação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.